Entenda a importância da avaliação de terrenos

Seja um produto, um serviço ou um lugar, determinar o valor exige levar em consideração diversos aspectos, como o momento do mercado, estado de conservação ou durabilidade, inovação e localização.

São tantos itens que a Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT, desenvolveu uma série de normas que ajudam na avaliação e precificação de um bem.

Por isso, é importante no momento da avaliação de terrenos contar com o apoio de um engenheiro preparado para realizar este tipo de trabalho.

A avaliação de terrenos

A avaliação de um terreno deve ser feita por um profissional que tenha relação com a área ou segmento de onde aquele bem se encaixa.

Por exemplo, um imóvel deve ser avaliado por um engenheiro, arquiteto ou corretor de imóvel.

No caso de avaliação de terrenos, nos interessam as normas 146532, sobre imóveis urbanos; 146533, sobre imóveis rurais; e 146534, que trata sobre empreendimentos.

Essas normas classificam se o imóvel será utilizado para fim residencial, comercial, industrial, institucional ou misto, e leva em consideração vários aspectos, como:

  • Aproveitamento da área total;
  • Tamanho da área construída;
  • Defeitos da construção, estado de conservação e depreciação física;
  • Características da construção (altura, largura e profundidade da edificação, total de cômodos, quantidade da área que pode ser utilizada ou habitada, área de lazer etc.).

A determinação do preço na avaliação de terrenos também leva em consideração a situação do patrimônio, os interesses comerciais e pessoais de quem está realizando o negócio e as partes envolvidas.

Por exemplo, uma pessoa pode querer vender uma casa para pagar uma dívida, aceitando um valor abaixo do mercado. Outra, no entanto, pode valorizar ainda mais o seu bem porque ele é escasso ou raro.

E vale ressaltar um aspecto: valor e preço são coisas diferentes.

O valor é algo único e que foi determinado levando em consideração as características que apontamos acima, como o momento do mercado e a forma de negociação das partes envolvidas na compra.

Já o preço é múltiplo e variável, levando em consideração não só o momento do mercado e a negociação das partes, mas também a concorrência, forma de pagamento, o real interesse do comprador em adquirir o bem e por aí vai.

Os principais tipos de avaliação realizados pelos profissionais são:

  • Método do Custo de Reprodução, onde se determina o custo para a reprodução de um bem;
  • Método da Comparação do Preço, onde se analisa a movimentação do mercado de bens semelhantes na época em que foi realizada a avaliação;
  • Método da Renda, onde se determina a receita que o bem é capaz de gerar. Este método é utilizado quando se pretende alugar um imóvel;
  • Método Involutivo, onde se determina a receita que o bem pode gerar naquele momento e quanto esse bem pode valer quando for atingido o seu ápice de uso ou de valor de mercado.

O laudo de avaliação de um bem é importante justamente por possibilitar ao vendedor ou comprador ter uma noção real do preço do que está sendo oferecido, bem como está a dinâmica do mercado.

Isso abre espaço para negociações e para um melhor aproveitamento na hora de se realizar uma compra.

No caso de um terreno, essa ação é essencial para se pagar por um valor justo e que possibilite um grande retorno no futuro.

Afinal, a ideal de se comprar uma casa ou um terreno é realizar um investimento a longo prazo.

2018-08-28T15:35:08-03:00