Conheça o concreto vivo (Bio concreto)

O concreto é um material conhecido por sua resistência e por sua durabilidade, e há muitas gerações que a humanidade o utiliza em larga escala nas construções. Infelizmente, por melhor que o concreto seja, ele tem o problema de rachar em certas situações, como terremotos e desgastes naturais com o passar dos anos.

Conheça o concreto vivo (Bio concreto)

Em virtude disso, sempre foi buscada uma maneira de contornar esta fragilidade do concreto. Neste artigo, nós te apresentaremos uma solução que, apesar de aparentar ser uma estória de ficção científica, se trata da mais pura realidade: conheça o concreto vivo (bio concreto), o concreto que consegue se regenerar sozinho!

O que é o concreto vivo ou o bio concreto?

O concreto vivo ou o bio concreto é um tipo de concreto onde, na sua composição, é adicionada um tipo especial de bactérias – mais especificamente, os bacilos –, as quais funcionam como um “fator de cura no estilo do Wolverine dos X-Men” quando o concreto sofre rachaduras e infiltrações na estrutura da construção.

O crédito pela criação deste “concreto mutante digno de fazer parte do universo de super-heróis das histórias em quadrinhos e dos filmes” é do professor Henk Jonkers e de sua equipe de cientistas da Universidade de Tecnologia de Delft, na Holanda.

O professor de microbiologia começou a trabalhar no projeto no ano de 2006, quando um engenheiro o indagou se existia algum microrganismo capaz de “consertar” concreto quebrado. Finalmente, no ano de 2009, Henk Jonkers conseguiu uma solução biológica para o concreto após uma intensa pesquisa com o seu pessoal.

No tópico a seguir será mostrado mais detalhadamente como funciona o sistema orgânico criado pelo conceituado professor holandês para regenerar o concreto rachado e com fissuras.

Como funciona o concreto vivo?

Como foi mencionado anteriormente, este tipo de concreto é também constituído por bacilos. Este grupo de bactérias foi escolhido pois eles conseguem sobreviver em ambientes alcalinos por décadas sem água ou comida – seres apropriadamente perfeitos para morarem em concreto, o qual é um material com um alto nível de alcalinidade.

Junto aos bacilos, são colocadas cápsulas de plástico biodegradável contendo lactato de cálcio. Quando ocorrem rachaduras no concreto e a água se infiltra pelas fissuras, as cápsulas são abertas e os bacilos se alimentam do lactato de cálcio.

A digestão do lactato de cálcio pelas bactérias acaba produzindo calcário, o qual é resultado da mistura do cálcio com íons de carbonato. Este calcário criado pelas bactérias tapa os buracos abertos no concreto. Assim, o concreto é regenerado “como em um passe de mágica” pelas “fezes bacterianas”.

Até chegar a este resultado satisfatório, o professor Jonkers fez diversos testes sem muito sucesso. Por exemplo, antes de usar o lactato de cálcio, Henk tentou açúcar como alimento para os bacilos. O problema é que o açúcar amolecia e enfraquecia o concreto.

Onde o concreto vivo pode ser aplicado?

O bio concreto pode ser aplicado em qualquer tipo de projeto de construção civil: tanto em uma nova obra a ser iniciada como em uma construção antiga existente, com o intuito de “ressuscitar” o antigo concreto que possa conter rachaduras com o poder das bactérias.

Na prática, não há limitações para o uso do concreto vivo, não importando qual seja a obra onde será aplicado o material.

O bom deste material biológico é a economia de tempo e de dinheiro com reparos e com reformas, já que ele “resolve a parada” por si só, sem precisar de intervenção humana alguma (no máximo, um reparo estético para “disfarçar as cicatrizes” formadas pelo calcário gerado pelas bactérias).

O concreto vivo apresenta alguma desvantagem?

Neste artigo onde te convidamos que conheça o concreto vivo (bio concreto), queremos te mostrar todos os “lados da moeda” deste material, inclusive a parte ruim.

Apesar dos excelentes benefícios do bio concreto, ele tem algumas desvantagens que devem ser ponderadas para quem vai construir ou vai reformar e está pensando em usá-lo.

O ponto fraco mais notório do concreto vivo é o seu preço elevado: o material biológico chega a custar 40% a mais do que o concreto comum. Um projeto muito grande pode ficar com um orçamento muito elevado se somente o concreto vivo for usado como material.

Outra desvantagem é a velocidade de regeneração: o tempo médio para os bacilos criarem o calcário e preencherem toda a fissura é de três semanas. Conforme a gravidade e a localização da rachadura, esperar tanto tempo pode ser perigoso para a obra (um exemplo de fatalidade é a queda inesperada de toda a construção).

Para concluir as desvantagens, um ponto negativo para se ponderar é o limite do tamanho da fissura no qual as bactérias conseguem agir.

Enquanto que os bacilos conseguem agir mesmo que a rachadura tenha quilômetros de extensão, eles só poderão ir até oito milímetros de largura no máximo. Fissuras largas cortarão a eficácia do concreto vivo, mesmo que a extensão das rachaduras seja pequena.

Uma empresa de gerenciamento de projetos pode te ajudar com o concreto vivo (e em todas as fases de sua obra)

Se você ficou interessado em aplicar o bio concreto em sua construção, mas ficou um pouco temeroso por causa do custo do material, por não ter experiência com ele ou por outras razões, a melhor forma de resolver isto é solicitar a assessoria de uma empresa de engenharia civil cuja especialidade seja administração de projetos.

Uma empresa com este tipo de serviço irá cuidar de todas as etapas de uma obra, desde a documentação necessária para o projeto prosseguir até a entrega das chaves para o cliente. Como eles verificam tudo o que for preciso, também correrão atrás do material necessário para erguer a construção.

Se você optar pelo bio concreto na sua obra, a empresa responsável irá procurar o melhor custo-benefício deste material para o seu projeto. Além disso, eles contratarão mão-de-obra qualificada e especializada para lidar com este tipo especial de concreto, para que haja o melhor aproveitamento do mesmo.

Então, além da utilização do concreto vivo, considere a terceirização de sua construção através de uma empresa renomada com expertise em gerenciamento de projetos. Você só tem a ganhar!

2018-08-27T18:51:43-03:00