Realidade aumentada na construção civil

A realidade aumentada está cada vez mais presente dentro do setor de construção civil. Hoje, é possível visualizar um projeto totalmente finalizado, mesmo que ele ainda esteja na fase de preparação do solo. Tudo isso graças a essa tecnologia que tem revolucionado o dia a dia dentro do canteiro de obras.

Plantas 3D e até mesmo hologramas estão sendo utilizados para facilitar a execução de projetos. Esse é mais um avanço ruma a automação do setor, que promete trazer grandes vantagens para projetos, como a otimização de processos, diminuição de falhar e erros e até mesmo acabar com o desperdício de materiais.

Realidade aumentada na construção civil

Realidade aumentada: Origem

A realidade aumentada só está sendo possível agora, depois de muitos avanços tecnológicos. Contudo, o seu conceito nasceu há quase 120 anos atrás. Isso mesmo, a ideia de desenvolver aparelhos eletrônicos que misturarem informações digitais e reais nasceu em 1901.

Nessa época, o cientista L. Frank Baum já citava em suas obras esse tipo de tecnologia. Contudo, foi apenas na década de 60 que os primeiros estudos concretos sobre essa inovação começaram a surgir.

Na década de 90, outras áreas começaram a explorar o conceito de realidade aumentada, como, por exemplo, o setor militar. Até mesmo alguns protótipos foram desenvolvidos.

Mas foi apenas a partir de 2009 que realmente os primeiros softwares e dispositivos de RA foram lançados para os consumidores em geral, através de games e testes. De lá para cá, essa solução só tem se aperfeiçoado e se popularizado cada vez mais.

Realidade aumentada: O que é?

Basicamente, a realidade aumentada mistura elementos reais com elementos digitais em um ambiente. Ou seja, por meio de softwares e dispositivos específicos, você conseguirá inserir informações virtuais em um espaço real, criando uma projeção três dimensões.

Dentro da construção civil, essa tecnologia tem sido muito útil. Isso porque, as plantas e esquemas não forneciam informações tão precisas a ponto de se evitarem problemas recorrentes dentro de obras, como desperdício de materiais ou até mesmo erros de elaboração.

Com a realidade aumentada, esse tipo de problema está totalmente descartado. Isso porque, é possível desenvolver projetos tridimensionais, que possibilitam uma visualização mais clara de todo o edifício. Mais do que isso, é possível usar periféricos dentro do canteiro, e vislumbrar estruturas através das informações inseridas no software de RA.

Dessa forma, é possível otimizar todos os processos construtivos dentro da obra, e, ainda por cima, possibilitar que os engenheiros e arquitetos envolvidos consigam acompanhar cada etapa, mesmo estando longe do canteiro.

Uma coisa que é necessário deixar claro é a diferença de realidade aumentada (RA) e realidade virtual (RV). Ambas podem ser utilizadas na construção civil, mas, são diferentes. A RA pega elementos digitais e insere em um ambiente real, através de dispositivos específicos. Já a realidade virtual transporta o usuário, também por meio de periféricos, para um mundo digital que recria o digital.

Exemplos de aplicação da realidade aumentada na construção civil

A realidade aumentada vem sendo aplicada dentro da construção civil por meio de softwares especiais, e dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Várias empresas vêm desenvolvendo aplicações do gênero para auxiliar na otimização de projetos.

O sistema mais popular do momento é o Microsoft HoloLens, que já desenvolveu modelos para grandes empresas do setor. Basicamente o que essa solução faz é criar hologramas em tempo real nos espaços que receberão construções.

Ou seja, por meio de sensores, processadores holográficos e mecanismos óticos, é possível gerar essas imagens virtuais e saber o dimensionamento real de elementos da obra. Inclusive, essa tecnologia tem sido amplamente utilizada em maquetes, para que os profissionais possam interagir com o projeto.

É possível modificar elementos da planta, e até mesmo inserir anotações. A tecnologia de realidade aumentada tem se tornado ainda mais eficaz por conta de processos de BIM (Building Information Modelling), que nada mais é do que o fornecimento de informações (bidimensionais e tridimensionais) que auxiliam na geração desses hologramas.

Mas essa não é a única aplicabilidade da RA dentro do canteiro de obras. Além da aplicação em designs de projeto, ela também pode ser utilizada no ramo de construção civil no sentido de treinar a mão de obra.

Em conjunto que a realidade virtual, ela pode ser útil no treinamento. Por exemplo, é possível realizar testes, utilizando a RA para mostrar projetos reais para os colaboradores. Ou ainda, transformar esses designs em simulações e treinar os operadores por meio da RV.

Por fim, outra aplicabilidade da realidade aumentada dentro da construção civil, é a de dimensionais e demonstrar o projeto para o cliente antes mesmo que ele seja iniciado. Por exemplo, digamos que o cliente vá realizar uma reforma no escritório, mas, quer saber como os elementos ficarão.

Por meio dessa solução, é possível mostrar a ele exatamente como o resultado final ficará. Mais do que isso, uma das possibilidades é mostrar o resultado de materiais, como lajes em gesso, Drywall e até pinturas. Tudo isso em ambientes reais, mas, com amostragens digitais.

O melhor de tudo é que, caso o cliente queira fazer alguma modificação, ela pode ser feita antes mesmo do início das obras, evitando atrasos e problemas.

Custos para usar a realidade aumentada na construção civil

A realidade aumentada é uma tecnologia que vem se popularizando cada vez mais. Hoje, já é possível encontrar dispositivos e aplicativos a preços mais acessíveis, para pequenos e médios empreendedores do ramo de construção civil.

No entanto, para obter uma variedade maior de aplicações, bem como qualidade em projetos, é necessário investir uma quantidade maior de recursos. Por exemplo, no caso do uso de hologramas em projetos, por se tratar de uma tecnologia estrangeira você terá que desembolsar um pouco mais.

O mesmo vale para os treinamentos criados do zero, com base em projetos e plantas reais. Ou seja, se você quiser trazer esse a realidade aumentada para a sua empresa de construção civil, de maneira realmente eficaz, será necessário investir um pouco mais. Em compensação o retorno também é alto.

Esperamos que você tenha gostado desse artigo. Tem alguma dúvida, elogio ou sugestão? Deixe nos comentários.

2018-08-28T15:26:37-02:00